Conheça a Teoria das Janelas Quebradas

Você sabia que a falta de cuidados pode ser a grande causadora da desordem?
Conheça a teoria que explica isso.


Diversas teorias e estudos já comprovaram que pequenas falhas podem levar a grandes violações, além de causarem desordem. Afinal, sabemos que um ambiente descuidado, com aspecto abandonado, estrutura sem reparos, grama alta e falta de iluminação, passam uma imagem de descuido e degradação. É aí que entra a Teoria das Janelas Quebradas, que explica que o reflexo da desorganização e falta de cuidados com um patrimônio são um convite à desordem, gerando prejuízos físicos e financeiros.
Para solucionar e evitar esses problemas, uma boa gestão de segurança e serviço de conservação e limpeza, que gerenciem riscos e realizem planejamento, é fundamental para a conservação da ordem.

Como surgiu a teoria
A Teoria das Janelas Quebradas ou “Broken Windows Theory” é um modelo norte-americano de política de segurança pública em relação ao enfrentamento e combate ao crime que declara que a desordem é responsável pela elevação dos índices da criminalidade. A teoria afirma que, se os pequenos delitos ou contravenções não forem reprimidos, acarretarão em condutas criminosas mais graves.
Após realizar uma interessante experiência a teoria concluiu que a punição a pequenas infrações impede que estas se tornem maiores futuramente. Uma janela quebrada por exemplo, começa a passar a ideia de abandono, o que acaba por incentivar sua contínua depredação.
Ou seja, desordem gera mais desordem, como uma janela de um edifício quebrada que, caso não seja reparada, atrai vândalos que acabarão depredando ainda mais. Esse modelo de combate e controle da criminalidade foi utilizado pelo prefeito de Nova Iorque como apoio para a diminuição da violência na cidade.
Assim, mantendo a ordem, a adoção de ações de manutenção e o cuidado, evita-se que todo esse conflito e problema iniciem.

Acima, fragmento do livro Fixing Broken Windows: Restoring Order and Reducing Crime in Our Communities, de George L. Kelling e Catherine Coles.

A aplicabilidade da Teoria das Janelas Quebradas e a Segurança Privada
O estudo nos ensina que mesmo uma pequena demonstração de descuido acaba despertando ações que resultarão na desordem e deterioração de um ambiente.
Uma estratégia de êxito para prevenir é resolver os problemas quando eles são pequenos. Afinal, a probabilidade da ocorrência de um delito contra um ambiente que demonstre ser bem cuidado, que mantenha a ordem, o zelo e a vigilância, com certeza, será bem menor.
Em relação a segurança privada, a teoria sugere ações de manutenção, monitoramento e correção. Tal atitude faz com que o respeito aumente, tornando-se um inibidor psicológico para possíveis ações criminosas.
Profissionais uniformizados e comprometidos transmitem a mensagem de que o patrimônio tem dono e recebe os cuidados necessário que garantem a sua segurança.

A teoria e sua relação com os serviços de Limpeza Profissional
Limpeza é, sem dúvida, sinônimo de ambiente bem cuidado. E um local mantido em ordem, sem acúmulo de lixo, com calçadas, janelas e ambientes limpos, grama e jardim sempre bem cuidados, transmitem a sensação de que há uma responsabilidade com o patrimônio, com os bens e com as pessoas que fazem parte dele e, por isso, não há espaço para a desordem.
Com esses apontamentos e estudos, percebemos a importância de adotar as boas práticas de limpeza e conservação para manter a ordem e o cuidado ao patrimônio.


O estímulo para uma ação criminosa contra um bem devidamente cuidado e vigiado é muito menor em relação a um outro onde haja um certo descuido.

Na Orbenk possuímos experiência no mercado Limpeza Profissional e Segurança Privada para ajudar a cuidar da sua empresa. Nossos serviços são executados para indústrias, condomínios residenciais, condomínios comerciais e grandes redes de varejo.

Entre em contato conosco e receba mais informações sobre este conteúdo.

Tags: